TISHÁ BEAV

 

 

O dia 9 de Av é o dia mais triste do calendário judaico.

Nesta data, todo o Povo Judeu jejua e segue costumes de luto. 

 

Em 2019, o jejum começa neste sábado, dia 10/08, às 17:34h e dura até domingo, dia 11/08, às 17:56h.

 

Infelizmente, este é o dia no qual aconteceram as piores desgraças para o Povo Judeu e, por isso, jejuamos em sinal de luto.

 

Abaixo, seguem alguns fatos trágicos que ocorreram nesta data. Porém, o principal motivo do luto e do jejum é a destruição do Beit Hamikdash e de Jerusalém, com consequente exílio do Povo Judeu. Através deste jejum, entendemos que ainda não estamos completos e pedimos pela reconstrução de nosso Templo.

 

1) O pecado dos espiões:

Exatamente no dia 9 de Av ocorreu o pecado dos espiões: o Povo Judeu estava no deserto, prestes a entrar na Terra de Israel, e Moshé enviou espiões para verificarem a situação local antes de entrarem. 

Quando eles retornaram da missão, enfatizaram ao povo sobre as dificuldades que teriam se entrassem na Terra Prometida, desencorajando a todos sobre o futuro em Israel. 

O povo, em vez de confiarem na ajuda de D's, ficaram com muito medo e choraram.

Por causa deste choro sem motivo, D's decretou que, neste dia (9 de Av), durante todas as gerações, eles teriam motivo para chorar.

Assim, os maiores sofrimentos do nosso povo ocorreram neste amago dia.

O primeiro sofrimento já foi para a própria geração do deserto, que foi proibida de entrar em Israel e teve que vagar por 40 anos no deserto, até que todos morressem e surgisse uma nova geração, pronta para conquistar a Terra de Israel.

Nossos sábios explicam que, se não fosse este erro, Moshé entraria junto com o povo em Israel e, anos mais tarde, não ocorreria a destruição de Jerusalém e o exílio de nosso povo.

 

 

2) Durante os 40 anos no deserto:

D's queria que aquela geração, que viveria 40 anos no deserto, sempre se lembrasse do motivo pelo qual eles estão nesta situação. Assim,  todos os anos, somente no dia 9 de Av as pessoas morriam. O povo já sabia que muitos morreriam e já cavavam túmulos antes deste dia.

 

3) O Primeiro Templo foi destruído em 9 de Av, junto com Jerusalém, pelos babilônios. Milhares de judeus morreram e o restante do povo foi exilado para a Babilônia.

 

4) O Segundo Templo foi destruído, também em 9 de Av, 490 anos após a destrição do primeiro. Novamente, Jerusalém é destruída, desta vez, pelo Império Romano.


5) Em 9 de Av do ano 135, Betar, a última fortaleza a resistir aos romanos durante a Revolta de Bar Kochvá, foi vencida, selando o destino do Povo Judeu. 

6) Um ano após a queda de Betar, em 9 de Av, a região do Templo foi arada, e todas as bases e resquícios do Templo destruídos. 

7) A data do Decreto do Rei Eduardo I, que forçava os judeus a deixarem a Inglaterra, em 25 de julho de 1290, também caiou em 9 de Av daquele ano.

 

8) A data do Decreto de Alhambra ou Édito de Expulsão dos Judeus de Espanha, pelos Reis Fernando de Aragão e Isabel de Castela, em 31 de julho de 1492, caiu em 9 de Av daquele ano. Este dia seria o prazo final para que não houvesse um único judeu em solo espanhol. 

 

9) A data em que os judeus foram expulsos da França, em 21 de julho de 1306, caiu em 9 de Av.

 
10) A 1ª Guerra Mundial teve início em Tishá BeAv.

 

11) A Solução Final do Holocausto foi decretada em 31 de Julho de 1941, época de Tishá BeAv.

 

Que tenhamos o mérito de ver a reconstrução de nosso Templo e a vinda de Mashiach em nossos dias!

Bom jejum!

 

Rabino Benjamin Zagury

baitrio@gmail.com

(21) 2235-6516